Bryan Adams – Allianz Parque

Bryan Adams – Allianz Parque Hall, São Paulo – SP – 18 de outubro de 2019

Por Otávio Juliano
Fotos por Leandro Anhelli 

“Hitmaker” é uma palavra que vem do inglês e é utilizada na música para definir aquele artista “fazedor de hits”, que lança canções populares e de muito sucesso ao longo de sua carreira. Quando falamos do canadense Bryan Adams, essa definição parece cair como uma luva! “Hitmaker” nato, Adams ganhou notoriedade no início da década de 80 e atingiu o ápice com o álbum “Reckless” (1984), do qual saíram sucessos como “Summer Of 69”, “Somebody”, “Run To You” e a balada “Heaven”. Todas essas canções foram executadas na última sexta-feira em São Paulo, quando Bryan Adams tocou no espaço montado em parte do estádio Allianz Parque – o chamado Allianz Parque Hall. Em turnê de divulgação do mais recente disco “Shine A Light”, lançado em março deste ano, Adams emocionou fãs por quase duas horas.

Quem já viu um show de Bryan sabe o quanto é divertido acompanhá-lo ao vivo tocando canções que emplacaram nas rádios, em filmes e televisão mundo afora. Falando muitas vezes em português, ele logo “ganhou o público” e ainda brincou que “seria o cantor daquela noite”, antes de introduzir os primeiros acordes de “Heaven”. Com uma pequena pista montada em frente ao palco, o clima ficou intimista para quem o viu cantar daquele setor, enquanto a maioria das pessoas se localizava nas cadeiras e arquibancadas do estádio. Bryan convidou todos para dançar em “You Belong To Me” e aproveitou para avisar os fãs que eles poderiam aparecer no telão, que transmitia imagens ao vivo de todos dançando. Depois disso, iniciou um momento romântico com “Have You Ever Really Loved a Woman?”, trilha do filme Don Juan DeMarco (1995) e tocou as canções “Here I Am” e “When You’re Gone” em versões acústicas, fechando com “(Everything I Do) I Do It for You”, grande hit do início da década de 1990.

Passado o momento “love songs” do show, Bryan acelerou novamente com “Back To You” e a agitada (e de nome comprido) “The Only Thing That Looks Good on Me Is You”, até fechar com “Summer Of 69”, sempre com muitas imagens e efeitos no telão instalado no fundo do palco. No retorno para o bis, Bryan retomou o show com sua versão para “I Fought The Law”, do The Crickets, também regravada pelo The Clash, e terminou de forma acústica com “Straight From the Heart”, seguida de “All for Love”, com direito ainda a trecho de “Shine A Light”, para novamente ver as luzes dos celulares da plateia iluminarem o estádio.

Agradecimentos a Costábile Salzano Jr. E Move Concerts pela atenção e credenciamento.

Set List:

  • The Last Night on Earth
  • Somebody
  • Can’t Stop This Thing We Started
  • Run to You
  • Shine a Light
  • Heaven
  • Go Down Rockin’
  • It’s Only Love
  • Cloud #9
  • You Belong to Me
  • Have You Ever Really Loved a Woman?
  • Here I Am
  • When You’re Gone
  • (Everything I Do) I Do It for You
  • Back to You
  • The Only Thing That Looks Good on Me Is You
  • Cuts Like a Knife
  • 18 til I Die
  • Please Forgive Me
  • Summer of ’69

Bis:

  • I Could Get Used to This
  • I Fought the Law (The Crickets)
  • Straight From the Heart
  • All for Love
leia a resenha ocultar

Fotos por: Leandro Anhelli

Rolar para cima

BAIXE O APP DA KISS FM